sexta-feira, 14 de abril de 2017

P.208 - Homenagem ao Jorge Portojo no dia do Bando


Intróito...
Depois de várias tentativas para que alguém assumisse a responsabilidade da feitura das actas, ninguém o quis fazer, já que substituir o Portojo, não é fácil, dado o seu cariz e empenho com que ele o fazia, aliado à sua maneira muito própria, que era só dele. A responsabilidade é grande, no entanto alguém tem que continuar, quanto mais não seja em sua honra.
Está-se mesmo a ver, não aparecendo mais ninguém... Vou tentar não defraudar as expectativas da Bandalheira, mas fica em aberto o lugar. Não remunerado. Disse... jt

********************************************************************************


Coincidentemente ou não, "ele" o saberá, hoje foi a missa do 7º dia e também o "Dia do Bando", coincidências...
Então ficou combinado abdicarmos hoje de qualquer evento e reunirmos na "nossa" sede, o Café Progresso.



E assim foi...
Os Bandalhos começaram a chegar, até o Bateira, que é coisa rara...




...e muitos mais, cada vez mais!




O Zé Ferreira já tirava apontamentos...




...e pensava o que fazer com eles, ou escutava o seu advogado?





Chegou a hora de ir a caminho de Rio Tinto, para assistir à missa.
Ainda deu para gozarem com a maquineta do Presidente. Ainda eles não sabiam que ela lhe saiu num pacote da Farinha Amparo.




Né... Chico das enguias?... mas a gente sabe!...





Á hora certa, na Igreja para assistir ao serviço religioso, como seria de nossa obrigação, em honra dum camarada que nos merece toda a consideração.




Dando continuidade à Assembleia Geral, resolveu-se pôr os pés debaixo da mesa e discutir os problemas dos e desta Bandalheira.





O Ricardo Figueiredo disse umas palavras (vejam a atenção deles!!!) de conforto...





...o Zé Ferreira levantou-se...




...e todos fizemos um brinde à memória do Portojo.







Há quem só pense em tirar o máximo rendimento do combustível, a foto para memória futura... não interessa nada!...




- "O que é que se há-de fazer", diz ele?...





Depois de se "cumer e buber", há que fazer as contas, da responsabilidade do Secretário Tesoureiro!...
O saco azul é que só fez figura de... bandalho!...
Fim do dia... à noite!...

********************************************************************************
********************************************************************************
O Zé Ferreira quando estava a tirar os tais apontamentos, eram para um suplemento ou complemento à acta, "rascunho de apoio a uma acta", disse ele. Pela primeira vez alguém o fez.
Aqui vai ela na integra...
Merecia um post separado?... merecia... mas...

                                         ***
12 de Abril de 2017 – Memorável Dia do Bando!
Hoje, pelas 16 horas, sob a Presidência vitalícia do nosso Grande Líder, reuniu no na sua sede o Bando do Café Progresso. Presentes vários sócios fundadores e outros ilustres aderentes.

A sessão teve início com a manifestação de pesar pela ausência do Jorge Portojo, seguindo-se alguns comentários de incentivo à obrigatoriedade da continuidade do grupo.




Dali seguimos para a Igreja de Rio Tinto, onde se juntaram dezenas de ex-combatentes amigos, para a celebração da missa de 7º Dia, do nosso Secretário General.
No final, resolveu-se dar continuidade à Assembleia Geral no Restaurante “Cozinha do Cruzeiro”.





Perante os saudosos brindes, em honra do nosso Secretário General, o Ricardo Figueiredo teve uma intervenção moralizadora, no sentido de ultrapassarmos o actual momento de tristeza e avançarmos para a agradável normalidade que nos tem norteado.




Nesta assembleia foram apresentadas algumas propostas que, sem grande debate, tiveram as seguintes decisões:
- Votos de louvor aos Bandalhos Manuel Guimarães e Ricardo Figueiredo, pelo inexcedível apoio ao nosso camarada Jorge Portojo, nesta fase terminal;    
- Manifestar a nossa simpatia e gratidão ao Bandalho Gil, pela solidariedade demonstrada no encerramento pontual da Tabanca dos Melros;
- Manter a segunda Quarta-feira de cada mês como dia de convívio do Bando;
- Não aprovar a proposta de cotização dos Bandalhos para uma excursão de finalistas de (Per)curso, a ter lugar no sul de Espanha.

Perante o anúncio no quadro negro, ficámos convencidos de que iriamos comer bem e barato.




Posta Mirandesa e Vitela à colher foram os pratos fortes que foram servidos depois de boas entradas variadas e antes de fartas sobremesas e livres digestivos.
Zé Ferreira.

********************************************************************************

E foi assim...
Espero ter cumprido minimamente com os objectivos na elaboração desta acta, ou será ata, como ele sempre dizia?!...
Abraços caros Bandalhos.

Ps: O Bateira apareceu no Café Progresso para anunciar que mandou rezar uma missa pela alma do Jorge Portojo, na próxima quarta-feira pelas 19:00 H, na Igreja de Cedofeita. Se puderem apareçam...

3 comentários:

  1. Caro Presidente Bandalho
    Apetece-me f...r-lhe a mona, pelo trabalho que fez. Depois de tanto ter "chorado", a pedir apoio na feitura da acta, enviei~lhe dois rascunhos, para SEU possível aproveitamento parcial. O segundo rectificava o primeiro, mas VEXA não ligou puto e, zás, espeta aqui com este anexo.
    Num habia nechechidade!
    Apraz-me registar a sua capacidade, para dar continuidade às actas e a boa intenção de querer divulgar, também, os rascunhos/trabalhos dos colaboradores.
    De resto, por estar tudo dito, nada mais haverá a acrescentar.
    Um abraço a todos os Bandalhos, Melros, Tabanqueiros e outros simpatizantes que estiveram nas cerimónias como manifestação de apoio, pesar e solidariedade, numa demonstração clara de que o nosso Secretário General será eterno.

    ResponderEliminar
  2. Uma narrativa assertiva ,reproduzida "comme il faut " e ainda dizem que não têm jeito nenhum para a "lavradura"actuária.Parabéns aos co-redactores.O Portojo está satisfeito! Um grande abraço e bem hajam!

    ResponderEliminar
  3. Um belo trabalho do presidente...o amigo Portojo tá de la observando e com certeza aprovando tudo que os amigos decidiram pelo bem do Bando... Fiquei triste rol momento...porem feliz , porque sei que permanecerão sempre unidos,e aproveitando esses convívios e como dizia o Portojo " Viver um dia de cada vez"...parabéns pelo trabalho e mais uma vez meus sentimentos, desta amiga .Luci.

    ResponderEliminar